Constelação Familiar: Os pais e o sucesso dos filhos

 Bert Hellinger observou após anos de trabalho com as Constelações Familiares que o passo básico para todo e qualquer sucesso é sobretudo o grau de conexão com nossa mãe. Portanto, para nós, que realizamos este trabalho com pais e filhos, sempre é importante trabalharmos e pontuarmos essa questão em todos os trabalhos que realizamos.
Como pais, nós precisamos estar atentos e, além disso, buscar formas e caminho para restabelecer o vínculo profundo com nossos filhos, pois, do contrário, a falta deste relacionamento poderá ter consequências muito sérias na vida de nossos filhos.
Segundo Hellinger, quem está conectado com sua mãe já deu um passo fundamental, o passo básico para o sucesso.
Quem ainda não o fez, carece de algo que não pode ser suprido por outras fontes. Da mesma forma, quem está conectado com o pai conseguirá sustentar o sucesso alcançado.Para ele, a primeira conexão que exerce influência profunda em nossas vidas é com a nossa mãe.

A conexão com a mãe

E o que é essa conexão com a mãe? Como podemos saber se alguém está ou não bem conectado a ela?

Bem, pode-se ver que esta pessoa está plena. Ela tem pouco a exigir e muito a dar. Alegra-se com o que recebe e serve a outros com alegria. É uma fonte de inspiração para os outros.

A mãe é, antes de mais nada, o modelo básico da relação de servir a outros, é ela quem serve na família, e o faz com desvelo e ternura: quando estamos conectados com ela, nos compreendemos este movimento de servir, de oferecer o que temos de melhor e conseguimos praticar isso em nosso próprio dia a dia, no trabalho que realizamos, nas relações que estabelecemos. Se aprendemos essa postura básica, então estaremos aptos a servir também outros com alegria, pois todo trabalho é serviço a outros. E o sucesso deriva da pressão produzida nos demais em retribuir o que damos a eles na forma de nosso servir. Assim, um passo fundamental na escalada ao sucesso parte da revisão da relação como nossa mãe.

A conexão com o pai

Depois disso, olhamos para o nosso pai e sua coragem de ir para o mundo, de enfrentar a vida e nos levar para o mais. É normalmente o pai que consegue ampliar a zona de segurança e conforto que é colocada pelas mães ao redor da criança, encorajando-a a ir além: este modelo atua sobre nós e interfere no quanto conseguimos sustentar o sucesso, o quanto conseguimos fazer este sucesso crescer, se expandir e permanecer.

Trecho extraído do artigo “Sucesso na profissão” dos consteladores Décio e Wilma Oliveira, coordenadores do Instituto Bert Hellinger Brasil Central, com apontamentos e complementos de Ana Garlet, advogada de família e consteladora do Educando.

It's only fair to share...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

3 Comentários

  1. Célia said:

    Muito verdadeiro! Confirmo tudo que foi dito através do meu caminhar.

    8 de janeiro de 2017
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *